Aulas devem retornar em formato híbrido

Em função da pandemia da COVID-19, não é possível que as atividades escolares retornem no formato normal. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação juntamente com as Equipes Diretivas, corpo docente, Conselhos Escolares, Círculo de Pais e Mestres e Conselho Municipal de Educação, vem realizando o planejamento e a aplicação de ações pedagógicas para desenvolvimento das aprendizagens, para que, contemplando todas as etapas de ensino da educação básica, as aulas possam retornar no dia 22 de fevereiro.
 
De acordo com a Secretária Municipal de Educação, Adineia Rossetto Santin, acompanhando o estado, as aulas retornarão em formato híbrido, que compete o aprendizado online, onde os alunos realizam estudos domiciliares a partir de orientações repassadas pelos professores e momentos presenciais, que acontecerão de forma escalonada, ou seja, com revezamento do grupo de alunos em dias alternados, atendendo no máximo 50% dos alunos por turma. Ainda segundo a Secretária, algumas escolas poderão atender todos os alunos sem o revezamento pois possuem uma boa estrutura, com salas suficientes para receber todos respeitando os protocolos.
 
A introdução deste modelo de ensino foi pensada para proteger a saúde das crianças, dos adolescentes, professores e demais funcionários que atuam na educação, devido a necessidade de mantermos o distanciamento social e pelas dificuldades identificadas no desenvolvimento de atividades domiciliares, realizadas no ano de 2020.
 
Considerando a implementação do Ensino Hibrido, está sendo discutida a implementação do uso de uma plataforma de ensino digital. A adesão da plataforma possibilitará uma maior e melhor comunicação entre professores e alunos, facilitando o acompanhamento e desenvolvimento das atividades pedagógicas domiciliares. Gestores e professores receberão treinamento e capacitação para trabalhar com a plataforma, bem como pais e alunos.
 
A Secretaria Municipal de educação reforça que, o possível retorno, no dia 22/02, se dará levando em consideração o cenário da pandemia na COVID-19 no município, região e estado, podendo sofrer alteração.

 

Compartilhe