Constantina participa de Assembleia que define projetos que vão para cédula da Consulta Popular 2020

Na tarde de ontem, 19/08, aconteceu em Constantina uma Assembleia Pública Microrregional da Consulta Popular RS. Estiveram presentes o Chefe do Executivo Municipal Gerri Sawaris, o Presidente da Câmara de Vereadores Lírio Rigon, a Secretária de Educação Silvana Cristina Gheller, o Assessor Jurídico do município de Constantina Patrick Madaloz, o Presidente do CMD Marcson Gai, Delegados e Suplentes do Orçamento Participativo e comunidade, além de representantes dos municípios que integram o COREDE Rio da Várzea.

Na oportunidade, o Presidente do COREDE-RV, Joel Alexandre Rubert e o representante do Procon, Claudiomiro Duarte, falaram sobre o processo da consulta, e então foram eleitos os projetos que estarão na cédula de votação, esta que acontece nos dias 4, 5 e 6 de setembro.

O orçamento destinado a Consulta Popular reduziu, sendo que no ano passado foi de 80 milhões e neste ano será de 20 milhões. Neste ano também, o Governo do Estado decidiu que Segurança, Saúde e Educação ficarão de fora das prioridades, focando no Desenvolvimento Regional, e projetos relacionados ao crescimento econômico, ciência e inovação em áreas como Agricultura, Infraestrutura e Turismo.

O COREDE-RV receberá o valor de R$ 685.714,29, que será dividido entre os municípios.

Dos 5 projetos, a Consulta Popular irá eleger dois. Confira os projetos que estarão na cédula:

 

Desenvolvimento de programas voltados para idosos – Acompanhar e melhorar a qualidade de vida da população idosa do COREDE Rio da Várzea.

Fomento ao Empreendedorismo Geral – Desenvolver ações para consolidar e fortalecer o empreendedorismo no COREDE Rio da Várzea.

Desenvolvimento de Circuitos Turísticos – Mapear o potencial turístico; inventário de riquezas naturais; qualificação de empreendedores e trabalhadores do setor; divulgação.

Fomento ao consumo e comercialização local – (Feiras do produtor, vendas no comércio local) – Fortalecer o consumo e a comercialização de produtos locais tornando-os competitivos no mercado.

Incentivo a formalização de empresas industriais – Realizar diagnóstico, construção de cartilha de orientação e realização de palestras informativas.

 

 

 

 

Compartilhe