Caso de COVID-19 em Constantina é mantido como positivo

A Secretaria de Saúde e o Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção ao COVID-19 informam que houve um equívoco na divulgação do boletim do dia 31/05/2020. Os testes realizados pelo LACEN não invalidam o resultado dos testes rápidos aplicados. Desta forma, o caso é considerado POSITIVO. Conforme protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde o paciente permanecerá em isolamento por um período de 7 a 14 dias.
 
Segundo o Diretor do Laboratório de Genética Evolutiva da UFSM-PM, Daniel Angelo Sganzerla Graichen, que realiza os testes PCR na região, essa divergência pode acontecer dependendo da fase em que os testes são feitos. “Quando o paciente testa positivo no teste rápido e negativo no PCR, quer dizer que ele teve contato com o vírus há algum tempo, e está em processo de recuperação. Isso acontece pois o PCR detecta o vírus ativo no organismo, e o teste rápido detecta anticorpos contra o vírus, que permanecem no corpo no processo de recuperação mesmo quando o paciente já está curado”, afirmou Daniel.
 
O formato do Boletim Diário também foi alterado, mostrando os números confirmados e descartados tanto através de PCR quanto de testes rápidos.
Compartilhe