AÇÃO COMUNITÁRIA COMPLETA UM SEMESTRE DE ATIVIDADES

No sábado, 28 de outubro, o coordenador do Ação Comunitária, Vanderlei Ferreira, concedeu uma entrevista ao programa Informativo da Prefeitura Municipal de Constantina,  que foi ao ar pelas rádios Atlântica AM  e Constantina FM.  Na oportunidade, relatou sobre os principais resultados obtidos após os seis meses da implantação deste programa social.

O programa Ação Comunitária foi instituído através da Lei Municipal n° 3.557, de 28 de março de 2017 e suas atividades tiveram inicio no dia 11 de maio, sendo  coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e tendo como objetivo promover o combate ao desemprego, através da qualificação profissional e da inclusão social. O projeto beneficiou, até o momento , cerca de 30 pessoas, que participaram de capacitações profissionais e também prestaram diversos serviços para a comunidade.

Na opinião de Vanderlei, após seis meses de atividades do projeto podemos avaliar que o objetivo, que era o de promover a inclusão social e a qualificação profissional dos participantes, está sendo atingido, principalmente por trabalhar com a autoestima das pessoas. O coordenador destaca que 4 pessoas que participaram das atividades do Ação Comunitária já conseguiram ingressar no mercado de trabalho formal, e no momento estão trabalhando em diferentes empresas do nosso município. Além disso, foram realizadas até o momento 25 reformas de casas para famílias carentes, onde o projeto contribuiu com a mão de obra, também foram executados vários trabalhos de limpeza e embelezamento dos  bairros de Constantina, através de mutirões de limpeza, e diversos cursos de formação profissional voltados para os participantes. Vanderlei ainda destaca que a principal motivação para o Ação comunitária existir são as pessoas que fazem parte da equipe, pois realizam o trabalho no dia a dia e dão vários exemplos de cidadania e superação.

A assessoria de imprensa da prefeitura municipal, para escrever a presente matéria, entrevistou uma ex integrante do Ação Comunitária, que recentemente foi contratada para trabalhar em um estabelecimento do nosso município, a mesma afirma que os trabalhos desenvolvidos pelo projeto estão sendo importantes para mostrar para a sociedade que todas as pessoas podem surpreender, quando são dadas as devidas oportunidades, também ressalta que todos os trabalhos devem ser valorizados, desde o médico até o varredor de rua, todos devem ser tratados com dignidade. A entrevistada diz que através do Ação Comunitária conseguiu ser notada por seus serviços, tendo a chance de ter o primeiro emprego com carteira assinada.

Outro integrante do programa diz que é uma importante iniciativa, principalmente para as pessoas mais carentes do município, sendo que muitos estão tendo, pela primeira vez, a oportunidade de se qualificar profissionalmente e melhorar a qualidade de vida, além de receberem um auxilio de R$ 500,00 no final do mês, podendo contribuir com as despesas da casa. O entrevistado defende a ampliação do projeto, possibilitando que mais pessoas consigam  participar. Ao término de sua passagem pelo Ação Comunitária, o mesmo acredita que vai estar mais preparado para ingressar no mercado de trabalho.

Lembramos a todos que do dia 30 de outubro ao dia 07 de novembro estão abertas as inscrições para a segunda etapa do Projeto Ação Comunitária. Cada etapa têm a duração de 6 meses e busca atender diferentes pessoas. Os interessados devem comparecer junto a Secretaria Municipal de Assistência Social para preencher a ficha de inscrição, levando consigo a seguinte documentação:

a) Documento de identidade (RG); b) Cadastro de Pessoa Física (CPF); c) Título eleitoral com comprovante da última eleição, ou Certidão de estar quites com a Justiça Eleitoral; d) Certificado do serviço militar (masculino); e) Comprovação de residência que poderá ser feita através de conta de luz, água ou telefone em nome do candidato ou declaração de residência.

Para participar do projeto o candidato deve cumprir os seguintes pré requisitos:

I – ser brasileiro nato ou naturalizado; II – ter idade mínima de 18 (dezoito) anos, na data da inscrição; III – estar em situação de desemprego; IV – não esteja percebendo qualquer benefício previdenciário; V – não participe de outro programa assistencial equivalente ao que trata esta lei; VI – residir no município há pelo menos 02 (dois) anos; VII – estar quites com as obrigações militares, quando do sexo masculino; VIII – estar em gozo de seus direitos civis, políticos e eleitorais; IX – não ter sido demitido ou exonerado a bem do serviço público; X – não ser aposentado nos termos do artigo 40, inciso I a III da Constituição Federal, e nem estar em idade para aposentadoria compulsória;XI – gozar de boa saúde física e mental e não ter deficiência incompatível com o exercício das atividades de capacitação.

Todas as informações referentes a seleção para a segunda etapa do programa Ação Comunitária se encontram no edital 007 – 2017, disponível em: http://constantina.rs.gov.br/editais/ano-de-2017.

Para maiores informações entrar em contato com a Secretaria Municipal de Assistência Social, pelo telefone: 054 3363 2334.

Ação 29 Ação 30 Ação 31 Ação 32

Compartilhe